terça-feira, 25 de agosto de 2009

PÃO E BELEZA NO BANCO DO BRASIL

CONVITE PARA A "OFICINA PÃO E BELEZA" DE 26 a 28 de agosto de 2009

ATENÇÃO: OFERECEMOS vagas para a Oficina que acontecerá de 26 a 28 de
08/2009. As inscrições serão acolhidas por ordem de chegada e apenas UMA
por entidade social. Se houver interesse, por favor, informar nome
completo, telefone/email de contato e RG E CPF da pessoa que participará do
curso e, se for o caso, o cargo/função que exerce na entidade. Esses dados
são imprescindíveis! Por favor, vejam todas as informações abaixo.
Saudações a todos. Sandra Miranda

Oficina De Educadores Sociais - "PÃO E BELEZA"

Data : de 26 a 28 de 08/2009 (quarta a sexta)
Carga horária total: 24 horas - (8 horas/3 dias) - 08:30h às 17:30h/dia
Local : Banco do Brasil S/A - Av. Paulista 2.163, 9º andar - Bº Cerqueira
César. O prédio fica em frente à saída da Estação Consolação do Metrô.
Custo:- NÃO HÁ. O curso é oferecido gratuitamente, inclusive material
didático, mas as despesas de hospedagem, transporte e alimentação ficam a
cargo do participante ou entidade.

ATENÇÃO: Se a sua inscrição for confirmada, por favor, NÃO FALTE. Quando o
participante desiste da vaga e não nos avisa com antecedência há um
prejuízo muito grande, pois deixamos de atender outras pessoas que têm
interesse em participar da Oficina. Para reflexão!

IMPORTANTE:- Após a inscrição é necessário aguardar uma confirmação (ou
não) da vaga. Se não houver confirmação, por favor atenção!, orientamos
entrar em contato com os telefones indicados abaixo ANTES de vir para a
Oficina. Quem não tiver inscrição confirmada não poderá participar da
Oficina. Aguardamos seu contato/sua resposta, no máximo, até o dia 25/08,
terça, às 13h, no máximo. Se houver interesse, por favor, informar nome
completo, telefone/email de contato e RG E CPF da pessoa que participará do
curso e, se for o caso, o cargo/função que exerce na entidade.

PÚBLICO-ALVO:

São público-alvo desta Oficina convidados externos: educadores populares,
mobilizadores sociais, líderes comunitários, aposentados do BB, militantes
sindicais, voluntários, agentes de desenvolvimento rural, participantes de
entidades da sociedade civil (ongs, cooperativas, associações) etc. Além
desses, também participam funcionários do Banco do Brasil que tenham o
interesse e o compromisso com a prática pedagógica, a educação cidadã e a
inclusão social.

Desempenhos Esperados:

a) Criar e/ou acompanhar Projetos e Programas Sociais, integrando ações
locais aos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, à sustentabilidade
econômica, ecológica e à promoção da inclusão social;
b) Atuar junto com as lideranças naturais da comunidade;
c) Identificar as necessidades e alternativas locais e sua vinculação a
soluções macro-estruturais;
d) Assumir o compromisso social e político com a educação cidadã, com
caráter inclusivo-participativo.

Conteúdo Programático:

a) Cultura e subjetividade
b) Análise de conjuntura
c) Objetivos de Desenvolvimento do Milênio e Agenda 21
d) Educação Cidadã
e) O papel do educador social
f) Planejamento e práticas político-pedagógicas voltadas para o exercício
da cidadania
g) Tecnologia Social

Material Didático: o participante recebe gratuitamente o Caderno do
Participante e o Caderno de Leitura complementar.

"PÃO E BELEZA" é uma referência a um conto do escritor cubano Ornélio
Cardozo, que diz que "o ser humano tem duas grandes fomes: a de pão, que é
saciável; e a de beleza, que é infindável". Estamos à disposição para mais
informações. Até breve.

CURSO VOZES DA TERRA GRATUÍTO

Curso Vozes da Terra
Módulo I - Brasil de Todos os Cantos

A Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cultura de Paz (UMAPAZ) está com inscrições abertas para o primeiro módulo do curso "Vozes da Terra", ministrado por Léo Costa.

A participação é gratuita e haverá seleção.
As 50 vagas serão destinadas prioritariamente a professores, educadores que estão desenvolvendo alguma atividade relacionada ao programa do curso e estudantes das áreas relacionadas à Pedagogia, Artes e áreas afins.
Composto de três módulos, o curso tem o objetivo de apresentar conceitos de biodiversidade e etnodiversidade, tendo como enfoque a música e a dança e suas representações nos ecossistemas e modos de vida do povo brasileiro.

O Módulo I - BRASIL DE TODOS OS CANTOS, que será realizado de 03 de setembro a 01 de outubro, as quintas feiras, das 19 às 22 horas, abordará as manifestações musicais de regiões da Mata Atlântica, Pantanal, Cerrado, Zona Costeira e Campos Sulinos.

Já os Módulos II e III, previstos para os períodos de 08 a 29 de outubro e 05 a 19 de novembro das 19 às 22 h respectivamente, apresentará a musicalidade na cultura infantil e a construção de instrumentos musicais com materiais descartados. Os módulos são independentes. A inscrição para os módulos II e III será divulgada futuramente.

O professor Léo Costa (Leonardo Costa de Mello) é músico e especialista em educação ambiental pela Faculdade de Saúde Pública da USP, com especialidade em Docência de Música Brasileira pela Anhembi Morumbi. Estudou Percussão Popular no CEM Tom Jobim. Há oito anos pesquisa a cultura tradicional brasileira e suas interfaces com a educação ambiental e a cultura de paz.

Cronograma:
Módulo I - BRASIL DE TODOS OS CANTOS
Período: de 03/09/2009 a 01/10/2009 (15 horas/aulas)
03/09 - Mata Atlântica / Ciranda de Paraty - RJ
10/09 - Pantanal/Tocadores de viola de cocho - MT
17/09 - Zona Costeira / Bumba-Boi Maranhense - MA
24/09 - Cerrado / Moçambiques e Congadas - MG
01/10 - Campos Sulinos/ Batuques do Sul - RS

Módulo II - BRINQUEDOS, BRINCADEIRAS E MUSICALIDADE NA CULTURA INFANTIL
Período: de 08/10/2009 a 29/10/2009 (12 horas/aulas)
08/10 - Cantos de trabalho do "povo de algum lugar"
15/10 - Cantigas de roda, parlendas e brinquedos cantados
22/10 - Construção artesanal de brinquedos (será necessário material)
29/10 - Construção de brinquedos inventados por crianças (será necessário material)

Módulo III - CONSTRUÇÃO DE INSTRUMENTOS MUSICAIS COM MATERIAIS DESCARTADOS - Período: de 05/11/2009 a 19/11/2009 (9 horas/aulas)
05/11 - Construção de instrumentos musicais a partir de materiais descartados
12/11 - Construção de instrumentos musicais a partir de materiais descartados
19/11 - Construção de instrumentos musicais a partir de materiais descartados

Referências Bibliográficas:

AB´SABER , Aziz Nacib. Litoral do Brasil = Brazilian Coast. São Paulo: Metalivros, 2001.
BRASIL. Ministério do Meio Ambiente. Diversidade Biológica e conservação da floresta atlântica ao norte do rio São Francisco. Brasil: Ministério do Meio Ambiente, 2006.
CLARO, Milton. A Amazônia que não conhecemos. São Paulo: Ordem dos Servos de Maria, 2007.
COMPANHIA VALE DO RIO DOCE. Aves de Carajás = Birds from Carajás. Rio de Janeiro: Companhia, 1991.
LORENZI, Harri. Árvores Brasileiras: manual de identificação e cultivo de plantas arbóreas nativas do Brasil. Nova Odessa: Instituto Plantarum, 2002. (v. 1 e 2).
MULLER, Cristina et al. (org.). O Xingu dos Villas Boas. São Paulo: Agência Estado, Metalivros, 2002.
MONBEIG, Pierre. Pioneiros e fazendeiros de São Paulo. São Paulo: Polis; Hucitec, 1984.
ROCHA, Aristides Almeida. Do lendário Anhembi ao poluído Tietê. São Paulo: Edusp, 1991.
SÃO PAULO (estado). Secretaria do Meio Ambiente. Serra do Mar: Uma viagem à Mata Atlântica. São Paulo; Secretaria do Meio Ambiente, 2002.
SEREBURÃ et al. Wamrêmé za´ra - nossa palavra: mito e história do povo xavante. São Paulo: Senac, 1998.
SILVA. Luiz Carlos da. Pirahy: uma aventura no Tietê. São Caetano do Sul: Yendis

Serviço: Curso "Vozes da Terra - Módulo I - Brasil de Todos os Cantos"
Público focalizado: professores, educadores e estudantes de áreas afins, com mais de 18 anos.
Datas e Horário: 03, 10, 17 e 24 de setembro e 01 de outubro, às quintas feiras das 19 às 22 horas
Professor: Léo Costa (Leonardo Costa de Mello)
Coordenação: Glacilda Pinheiro Corrêa
Local: UMAPAZ - Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cultura de Paz
End.: Av. IV Centenário, 1268 - Portão 7-A - Parque Ibirapuera.
VAGAS: 50
HAVERÁ SELEÇÃO conforme público focalizado e ordem de inscrição.
Inscrições pelo e-mail: inscricoesumapaz@prefeitura.sp.gov.br

MEIO AMBIENTE

I ENCONTRO MUNICIPAL SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS

São Paulo Rumo a Copenhague



A Secretaria do Verde e do Meio Ambiente promove, no dia 29/08/2009 (sábado), o I Encontro Municipal sobre Mudanças Climáticas - São Paulo Rumo a Copenhague. O evento, aberto ao público, contará com apresentações do ecologista Fábio Feldmann, de Paulo Salvida, da Faculdade de Medicina da USP, e do Secretário do Verde e do Meio Ambiente, Eduardo Jorge. Serão debatidos os temas aquecimento global, mudanças climáticas, mudanças climáticas e saúde humana, Lei Municipal de Mudanças Climáticas, entre outros.

O Encontro reunirá representantes do Conselho Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (CADES), dos Conselhos Regionais de Meio Ambiente e Cultura de Paz, dos Conselhos Gestores dos Parques Municipais e das Redes de Agenda 21 para uma primeira conversa sobre o tema. Também é aberto ao público em geral. Para participar, basta se inscrever através do telefone 11 3286 0663.



Após as apresentações e debates, será exibido, em parceria com o Consulado da França em São Paulo, o filme Home, dirigido pelo fotógrafo Yann Arthus-Bertrand e produzido por Luc Besson, que discute as principais questões ambientais da atualidade e mostra como a humanidade interferiu no equilíbrio do planeta. São imagens aéreas da Terra, que desvendam o estado do planeta abordando as mudanças climáticas, a desertificação e o nível das águas.



Política Municipal de Mudanças Climáticas

A Cidade de São Paulo conta agora com uma importante aliada no combate ao aquecimento global e às mudanças climáticas: a Lei Municipal de Mudança do Clima. Sancionada em junho deste ano, estabelece como meta para 2012 a redução de 30% das emissões de gases de efeito estufa na cidade. A meta parece ambiciosa, mas São Paulo, de 2005 até hoje, já conseguiu reduzir em 20% suas emissões com o funcionamento de duas usinas de biogás nos aterros sanitários Bandeirantes e São João, localizados respectivamente nas zonas norte e leste da cidade. Esta é uma performance inédita. Países como Inglaterra e Alemanha vêm prometendo este desempenho para 2015 ou 2020.



Será constituído um comitê específico para acompanhar a implantação das medidas previstas na Lei Municipal de Mudanças Climáticas , a qual prevê, entre muitos pontos, priorização dos coletivos, estímulo ao uso de meios de transporte com menor potencial poluidor, monitoramento e armazenamento de cargas privilegiando o horário noturno, implantação de corredores de ônibus, programas e incentivos para carona solidária e transporte compartilhado, redução progressiva do uso de combustíveis fósseis, estabelecimento de programa obrigatório de coleta de resíduos, exigência de obediência a critérios de eficiência energética, sustentabilidade ambiental e eficiência de materiais em novas construções, entre muitos outros pontos.



A prática de São Paulo tem sido reconhecida internacionalmente. Neste momento a cidade faz parte da direção mundial do ICLEI (Governos Locais pela Sustentabilidade) e da comissão executiva do C-40, grupo de grandes cidades lideradas por Londres e Nova York, articuladas para neutralização do aquecimento global. São Paulo tem participação ativa nas reuniões e conferências, sendo a única cidade latino-americana integrante do Comitê Executivo.



SERVIÇO



I ENCONTRO MUNICIPAL SOBRE MUDANÇAS CLIMÁTICAS

São Paulo Rumo a Copenhague

Data: 29/08/2009 (sábado)

Horário: das 14h às 18h

Progração:

14h - Recepção

14h30 às 16h - Mesa de debates com a presença do ambientalista Fábio Feldmann, de Paulo Saldiva, da Faculdade de Medicina da USP, e do Secretário do Verde e do Meio Ambiente, Eduardo Jorge.

16h às 17h - Interação com o público

17h - Projeção do filme Home, de Yann Arthus-Bertrand

Inscrições: 11 3286 0663

CURSO PARA EMPREENDEDORAS

O Conselho da Mulher, das Distritais São Miguel e Penha, convida para:
“PROGRAMA ATITUDE EMPREENDEDORA”

Programação:

• Apresentação da ACSP com foco nos Produtos e Serviços;
• MEI – Micro Empreendedor Individual
Nova figura jurídica criada pela Lei Complementar 128/08, dentro da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa (123/06). Facilita a formalização de empreendedores como manicures, costureiras, carpinteiros, cabeleireiros, artesãos, entre outros, em todo o País;
• Coffee break;
• Ações do Conselho da Mulher da ACSP.

DATA: 26 de agosto
LOCAL: Distrital Penha – Av. Gabriela Mistral, 199
HORÁRIO: às 14h

Vagas Limitadas

Inscrições:
Distrital São Miguel: (11) 2297-0063 / 2033-1188 / dsaomiguel@acsp.com.br
Distrital Penha: (11) 2641-4111 / 2641-3681 / dpenha@acsp.com.br

TRIBUTO AO RAUL SEIXAS




Muito agito na Casa de Cultura Raul Seixas em tributo aos 20 anos sem o artista
A Casa de Cultura Raul Seixas realizou ontem, 23/8, uma grande celebração com atrações especiais em homenagem ao roqueiro

Nem a chuva conseguiu desanimar os freqüentadores das oficinas da Casa de Cultura Raul Seixas em sua proposta de relembrar o irreverente músico e compositor baiano. O sósia do cantor, Dedé Nascimento, em uma apresentação “cover” com Jackson Ricarte deu um tom de realismo quando entoaram juntos alguns grandes sucessos. E a presença de uma figura idêntica ao homenageado não deixava esquecer em momento algum que, mesmo com apresentações de dança do ventre, de salão, capoeira e axé, todo o movimento artístico da tarde era dedicado ao autor de clássicos como Gita e Metamorfose Ambulante.
O subprefeito de Itaquera, Laert de Lima Teixeira, compareceu para prestigiar o trabalho dos alunos das oficinas culturais e o passado de Raul Seixas. “Esse parque e esta casa levam o nome de um grande artista, um representante da nossa brasilidade”, disse. “Queremos que vocês nos ajudem a fazer desse espaço uma referencia para toda a zona Leste”, acrescentou.
O tradicional Tributo a Raul Seixas celebrou também os 20 anos de existência do parque, além de resgatar a saudade deixada pelo músico brasileiro. Uma encenação com o grupo Clowns baseado na letra “Maluco Beleza” encheu de bom humor o público que encheu o salão principal da casa.
“É um prazer prestar essa homenagem a esse grande ícone da nossa música. É uma honra ser parecido com o gênio Raulzito e ser reconhecido em cada canto que eu vá”, conta Dedé. “Comecei há 10 anos com um trabalho escolar do meu filho, onde ele tinha que levar pessoas parecidas com famosos. Daí encarnei o personagem e não parei mais”, explica.
Mesmo com a forte chuva que inviabilizou a estrutura montada na área externa do parque, cerca de 40 alunos de dança de salão se reuniram e agitaram sob comando do professor João Paulo dos Santos. “É a primeira vez que o grupo faz uma apresentação dentro da casa. O grupo cresce ano a ano, éramos 30 e agora já somos 50. Tem até fila de espera. O pessoal está bem entusiasmado”, relata.
As homenagens acontecem num momento especial, quando novos materiais sobre a vida e a obra do cantor estão sendo lançados. Uma das relíquias é uma faixa de 1974, encontrada recentemente que, na época, não passou pela censura, mas agora é divulgada com letra original, a partir de uma recuperação feita pelo produtor Marco Mazzola.

segunda-feira, 17 de agosto de 2009

REUNIÃO

HOJE TIVEMOS UMA REUNIÃO COM O COORDENADOR DA CASA DE CULTURA DE ITAQUERA.
TRATAMOS COM ELE AS REIVINDICAÇÕES DE NOSSA ONG.
ELE FICOU DE VIABILIZAR NOSSOS ENCAMINHAMENTOS.
PARTICIPARAM DA REUNIÃO:
D. RIBEIRO, EZEQUIAS, NOGUEIRA, JOSÉ SILVA, DONA ANA E DONA ÁUREA.
AGORA É ESPERAR PARA VER

domingo, 16 de agosto de 2009

LULA NEM LÁ NEM CÁ


Lula precisa defender democracia em nível internacional, diz ‘Economist’

Para ''Economist'', Chávez pode criar nova 'Guerra Fria' na região
Um editorial na edição desta semana da revista britânica The Economist afirma que chegou o momento de o presidente Luiz Inácio Lula da Silva fazer uma opção clara pela defesa da democracia em nível internacional e “decidir quais são seus verdadeiros amigos” entre os líderes mundiais.
Segundo a publicação, a estabilização econômica, aliada à “cordialidade” e ao “instinto de conciliação” de Lula - “que faz com ele tenha amigos em todo lugar” -, fizeram do Brasil um país influente em nível internacional.
No entanto, esta influência, na opinião da publicação, não veio com o “peso da responsabilidade” que deveria acompanhá-la, o que faz com que Lula corra o risco de deixar um legado “decepcionante” e “ambíguo”.
"O Brasil precisa decidir o que realmente defende e quais são seus verdadeiros amigos, ou corre o risco de que outros façam esta escolha em seu lugar.”
Segundo a revista, o governo Lula tem mostrado uma “embaraçosa negligência com a democracia fora de suas fronteiras”.
Entre os exemplos desta postura, a publicação cita o “alinhamento do Brasil na ONU com países como China e Cuba para proteger regimes abusivos” e o fato de Lula ter comparado a crise que se seguiu às eleições presidenciais iranianas às reclamações da torcida de um time que perde uma partida de futebol.
Chávez

O editorial teve chamada de capa (no alto à dir.)
A revista também critica a postura adotada por Brasil em relação ao presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que classifica como “um homem que ameaça começar uma nova Guerra Fria na região”, referindo-se às desavenças em relação ao possível acordo sobre o uso de bases militares colombianas pelos Estados Unidos.
“Só um paranoico pode conceber (o acordo) como uma ameaça à Venezuela e à Amazônia. Mesmo assim, o Brasil decidiu expressar preocupação com as bases, permanecendo em silêncio em relação às evidências de que membros do governo Chávez venderam armas às Farc”, diz a revista.
A Economist finaliza dizendo que o modo de Lula evitar uma “nova guerra fria” na região é “não confundindo democratas e autocratas”.
“(Lula) deve envergonhar Chávez fazendo uma defesa pública da democracia, o sistema que permitiu que um pobre torneiro mecânico subisse ao poder e mudasse o Brasil. Por que os outros países merecem menos?”, diz a publicação.

sexta-feira, 14 de agosto de 2009

PLANO DIRETOR EM ITAQUERA

Em audiência pública realizada ontem no CEU Aricanduva a população expõe seus pontos de vista e anseios sobre mudanças no PDE

A Subprefeitura de Itaquera realizou na noite da última quinta-feira, 13 de agosto um dos 34 debates previstos em audiências públicas na cidade sobre as mudanças no Plano Diretor Estratégico (PDE). Os debates são abertos à população, que pode fazer críticas ou dar suas sugestões de mudanças sobre o plano, que serão encaminhadas aos vereadores. E foi exatamente isso o que aconteceu, com a participação de quase 130 munícipes que foram ao CEU Aricanduva exercer através da cidadania e democracia.

A base da discussão é o Projeto de Lei nº 671/07, que tramita na Câmara Municipal de São Paulo e propõe a revisão do Plano Diretor vigente desde 2002, como forma de melhor adequá-lo à realidade dinâmica da Cidade, levando em conta fatores como crescimento populacional, desenvolvimento econômico e sustentável. O encontro foi presidido pelo vereador Carlos Apolinário, presidente da Comissão de Política Urbana da Câmara e conduzido pelo relator, vereador José Police Neto. Isaura Cunha, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (CMDU) expôs ao público mapas e gráficos com as modificações sugeridas pelos estudos do órgão.

"Estas alterações são muito importantes para o desenvolvimento da região. Temos que pensar em verticalizar o centro de Itaquera, pois só assim poderemos um dia trazer mais investimentos imobiliários com apartamentos maiores, de 100, 150 e 200 m². Assim, quem procura apartamentos de um padrão maior não precisará mais sair de Itaquera. Peço atenção especial dos vereadores para a discussão dessa questão na Câmara", declarou o subprefeito de Itaquera, Laert de Lima Teixeira.

A principal finalidade do Plano Diretor Estratégico é orientar a atuação do poder público e da iniciativa privada na construção dos espaços urbano e rural na oferta dos serviços públicos essenciais, objetivando assegurar melhores condições de vida para a população. É o primeiro passo para definir quanto e o que poderá ser construído na cidade, com base em diretrizes que norteiam a lei de Uso e Ocupação do Solo e determinam, entre outras coisas, o tamanho máximo de construção dos imóveis e o zoneamento da cidade.

Vários fatores responsáveis pelo bem estar da população encontram alicerce no PDE, que poderá proporcionar uma vida mais digna em diversos aspectos, como ressalta o vereador e médico, Paulo Frange. "O plano é a saúde, porque tendo transporte e emprego mais perto, a qualidade de vida só aumenta e a saúde da população também. Temos que procurar acolher a Zona Leste através de um Plano Diretor humanizado", explicou.

Já o discurso do vereador Claudio Fonseca privilegiou o ensino. "Precisamos trazer mais educação e mais emprego para perto da população para reduzirmos as distâncias. É uma oportunidade rara para entendermos a cidade, sua origem, estrutura e futuro", disse.

O grande ganho da participação dos moradores nessas discussões é fornecer ao poder público e à própria população clareza no que é necessário melhorar em São Paulo efetivamente, como afirmou o relator José Police Neto. "A gente traz para a população uma porção importante do conhecimento técnico e científico, que não é maior que o popular. Assim queremos achar a melhor alternativa para a cidade", concluiu.

COLETIVA COM A COMUNIDADE NO FATO PAULISTA

Em concorrido evento na sede do Jornal Fato Paulista, ontem as 15hs, foi realizado mais uma coletiva com a comunidade. www.fatopaulista.com.br
O convidado foi: O Sub Prefeito de Itaquera, Drº Laert de Lima.

Como presidente da ONG AVDR, fiz o seguinte questionamento:

Doutor Laert, em Junho do ano passado o Srº nos recebeu, e pediu para que parássemos de criticar.De lá para cá, quem nos atendeu foi a chefe de gabinete, e no último atendimento, foi o assessor da chefe de gabinete. Pedimos a construção do Centro Recreativo, Iluminação de rua, córrego que está desbarrancando, pintura, tela de proteção na quadra e lixeiras. Lembrando que: essas reivindicações foram feitas em dezembro do ano passado, março, junho deste ano, e agora nessa coletiva. Não dá para elogiar desse jeito!!!

Preciso registrar que: O Laert, falou, falou, mas não respondeu nosso questionamento.

quarta-feira, 12 de agosto de 2009

GRUPO ARTE NA LATA

PROGRAMA DO RAUL GIL


"Batendo na lata para não apanhar da vida"

O Grupo independente da cidade de Osasco Arte na Lata mesmo sem apoio contínuo está a cada dia crescendo e obtendo o reconhecimento da sociedade.
Em suas duas apresentações no Programa do Raul Gil nos dias 01 e 08 de agosto com a colaboração da CHAMI Confecções, Delta Esporte Clube, Gabrielle Brandão do Net Kids Super Ecológico e Prefeitura de Osasco; muitos convites surgiram para o grupo realizar shows, oficinas e outros veículos de comunicação como Rede TV, Record e SBT.
Se você quer levar o Arte na Lata até a sua entidade, empresa é só entrar em contato com o grupo pelo portal: www.artenalata.org.br ou no telefone (011) 3447-9287 / 9522-9150.
Com o seu apoio o Grupo tem muito para mostrar a favor do nosso meio ambiente através da música com sucata.
www.artenalata.org.br

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

HORA DE SORRIR!!!

Estas são para rir mesmo!

AMOR OU INTERESSE ?
- Diga-me, Manoel, tua mulher faz sexo com você por amor ou por interesse?
- Olha, Joaquim, eu acho que é por amor...
- Como é que você sabe?
- Porque ela não demonstra nenhum interesse !!!


MANOEL NA ZONA

Manuel chega na zona louco por um programinha e pergunta pra cafetina:
- Quanto está a custaire o coito com uma das meretrizes?
- Depende do tempo! diz a cafetina.
- Pois, baim... Suponhamos que chova...


MANOEL NO RESTAURANTE

- O Manoel entra no restaurante e pergunta:
- Por favor, me dá uma bacalhoada!
Ao que o atendente pergunta:
- Já sei! O senhor é português?
- Como descobriste? Foi por causa do meu sotaque ou pelo fato de eu ter pedido bacalhoada?
- Nem um nem outro... É que aqui é o Mc Donald's!!!

MANOEL NO BRASIL

O Manoel estava voltando da viagem que fizera ao Brasil.
Chegando no aeroporto, seu amigo Joaquim o esperava.
- E aí Manoel, como foi de viagem?
- Muito bom...
- E o que tu mais gostaste no Brasil??
- Ah, das praias, da mulherada! É uma maravilha!!!!
- E do que tu não gostaste???
- Ah, das escadas rolantes... Tu acreditas que um dia eu estava
subindo e acabou a energia elétrica...Eu fiquei lá parado em pé por mais de 2 horas!!!
- Ê Manoel, mas tu és burro hein!!!! Por que tu não te sentaste???

MANOEL E O LEPROSO

O Manoel foi preso numa cela em frente à de um leproso.
Dia após dia, ele observava o leproso cuidando de suas feridas.
Até que certa vez, caiu um dedo do leproso.
Este o pegou e o atirou pela janela.
Uma semana depois, caiu outro dedo e o leproso atirou-o pela janela.
Algum tempo depois, caiu uma orelha, o leproso atirou-a pela janela.
Uma semana depois, caiu o pé, o leproso atirou-o pela janela.
Aí, o Manoel não agüentou mais e pediu uma audiência com o Diretor.
- Olha, senhor diretor, eu não quero ser chamado de dedo duro,mas o gajo que está na cela em frente a minha está fugindo aos pouquinhos..

VER. QUINTAS VISITA AVDR

Visita de vereador na AVDR

Neste sábado 8 de agosto, tivemos a grata visita do Ver. Adolfo Quintas, PSDB, na comunidade do Pq. Guarani – Itaquera.
Apresentamos a ele, algumas reivindicações tais como: Festa das Crianças, Construção do Centro Recreativo, córrego, e outras questões.
Da parte dele, além de se prontificar a nos ajudar, chegou a propor uma verba para esta construção, se necessário for. E também nos ofereceu opção de instalar em nossa ONG a Tele Centro.
Uma visita muito produtiva. Recepcionaram o Ver. Quintas. Dona Áurea, D.Ribeiro, Evânia, Dionízio, José e dona Ana.
As fotos depois vocês verão em nosso blog.